Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nampula produziu mais de 43 mil toneladas de pescado em 2012

A produção pesqueira semi-industrial e artesanal na província de Nampula, Norte de Moçambique, rendeu 43.053 toneladas no ano passado, o que representa um crescimento de 93% em relação à quantidade conseguida em 2011.

Este incremento justifica-se, em parte, pela monitória das actividades desenvolvidas neste ramo e pelo aumento do licenciamento, capacitação e facilitação de financiamentos aos pescadores.

A governadora da província de Nampula, Cidália Chaúque, disse na VII Sessão Ordinária da Assembleia Provincial, que o sector da fiscalização apreendeu e destruiu, naquele ano, 33 instrumentos nocivos à pesca. Foram licenciados 2.376 pescadores artesanais, 97 unidades de produção, dos quais três embarcações com frigoríficos, e concedidos 15 créditos no valor de 2.821.886 meticais para a pesca e comercialização nos distritos de Mossuril, Ilha de Moçambique, Angoche e Moma.

Em 2012, o governo de Nampula realizou 39 sessões de divulgação das formas de uso de gelo e abrangeu 383 processadores. Esta acção resultou na redução das perdas do pescado depois da captura devido à deterioração (2.9 toneladas, contra 3.17 de 2011) por falta de meios de conservação.

O relatório de balanço do Plano Económico e Social (PES) de 2012 refere que na província de Nampula funcionam sete estabelecimentos de processamento de peixe e foram realizadas 342 análises, tendo resultado na certificação de 503 toneladas de pescado diverso para exportação, com destaque para polvo, conchas, lagosta e camarão cujos mercados consumidores são da União Europeia e Asiático.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!