Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nampula e Zambézia com mais de 40% do Investimento Estrangeiro de 2009

As províncias da Zambézia e Nampula beneficiaram, em 2009, de pouco mais de 40% do total do Investimento Directo Estrangeiro (IDE) aprovado pelo Governo e Niassa e Gaza com menos de 0,5% dos cerca de 5,7 biliões de dólares norte-americanos recebidos em forma de proposta de investimento.

Àquele valor acresce-se o montante de 398,1 milhões de dólares, resultante da aprovação de adendas de 63 pedidos de aumento de investimento nos projectos autorizados, perfazendo o valor total de investimento de 6,1 biliões de dólares, segundo o Centro de Promoção de Investimento (CPI).

Aquela instituição estatal explica que, do total dos projectos autorizados, 215 deles avaliados em 5,3 biliões de dólares, foram submetidos em 2009, e 31 outros projectos, correspondentes a 659,5 milhões de dólares, foram submetidos em anos anteriores, fixando-se a taxa de autorização dos projectos recebidos em 87%, em 2009.

Investimento por sectores de actividade

A Indústria, Turismo e Hotelaria e Serviços foram os três sectores que receberam um maior número de projectos, em 2009, enquanto que, em relação ao volume de investimento, a Agricultura e Agro-Indústria ocupou a primeira posição com 85,51%, estando a seguir as áreas do Turismo e Hotelaria com 4,59% e Indústria com 3,33%.

Quanto ao emprego, o sector da Agricultura e Agro-Indústria contribuiu com 60,21%, contra 13,25% da área de prestação de serviços e 8% do sector do Turismo e Hotelaria, no que respeita ao potencial de 26 758 novos postos de trabalho aprovados.

IDN

No período igualmente em análise, o Investimento Directo Nacional (IDN) atingiu o valor global de 270,4 milhões de dólares com as províncias de Sofala e Maputo e ainda cidade de Maputo a se posicionaram nos três primeiros lugares, enquanto que no que respeita à origem do IDE, Noruega, Portugal, Maurícias, Índia, África do Sul, China, Reino Unido, Holanda, Coreia e Espanha constituem o top 10 em termos de países que mais propostas de investimento externo enviaram a Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!