Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Na Mão de Deus” está nas mãos dos moçambicanos!

“Na Mão de Deus” está nas mãos dos moçambicanos!

Foi lançada na noite de ontem, 31 de Agosto, em Maputo, a obra literária Na Mão de Deus, de autoria da célebre escritora moçambicana, Paulina Chiziane em co-autoria com a médium e estudante de espiritismo Maria do Carmo da Silva.

O livro é prefaciado pelo conhecido escritor e poeta moçambicano, Calane da Silva, sendo composto por 199 páginas, preenchidas com uma envolvente história real e autodiegética em que o narrador, a personagem principal de nome “Alice”, fala sobre o seu drama vivencial – os sintomas físicos e psíquicos que a levaram à psiquiatria e que, fundamentalmente, eram o aflorar da sua mediunidade. Infelizmente, o fenómeno não era compreendido pelos seus familiares e amigos  que o tratavam medicamente como se de uma mera doença mental se tratasse.

A obra é patrocinada pelo BCI, em mais uma iniciativa enquadrada no âmbito da sua política de Responsabilidade Social, na vertente do apoio à promoção da Literatura e dos Valores Culturais de Moçambique.

Quem é Paulina Chiziane

Chiziane é  escritora moçambicana nascida em 1955, na província de Gaza. Fez os seus estudos em Linguística na Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo. Contadora de histórias, arte que aprendeu com a sua avó, publicou vários contos em jornais e outras publicações do país. São histórias que falam essencialmente das vivências de tempos difíceis, da esperança, do amor, da mulher e de uma África passada e presente, que a autora soube transferir da oralidade para o papel.

Tornou-se a primeira mulher moçambicana a publicar um romance quando lançou o seu primeiro livro, intitulado “Balada de Amor ao Vento”, em 1990. “Ventos do Apocalipse” (1993), “O Sétimo Juramento” (2000), “Niketche – Uma História de Poligamia” (2002), “O Alegre Canto da Perdiz” e “As Andorinhas” são outras obras literárias da autora que, em 2002, ganhou o Prémio José Craveirinha (ex-aequo com Mia Couto).

Maria do Carmo da Silva

Co-autora do livro, Maria do Carmo da Silva é Médium e Estudante de Espiritismo. Actualmente é membro da União Espírita Cristã de Moçambique.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!