Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mulher do Presidente da Guatemala divorcia-se para se poder candidatar às eleições

O Presidente da Guatemala, Álvaro Colom, e a sua mulher, Sandra Torres, vão-se divorciar. O divórcio dará a Torres a possibilidade de se candidatar à presidência – o que não aconteceria se continuasse casada com o chefe de Estado. A Constituição proíbe que parentes próximos do Presidente concorram à presidência ou que lhe sucedam.

O pedido de divórcio, por consentimento mútuo, entrou em tribunal a 11 de Março, e nem Colom nem Torres fizeram qualquer comentário sobre ele. Três dias antes, a primeira-dama tinha anunciado a intenção de se candidatar à presidência da República.

O principal candidato da oposição, Otto Perez Molina (do Partido Patriota, de direita), acusou o casal de “fraude” mas acrescentou que o divórcio poderá não ser suficiente para que Sandra Torres se possa candidatar às eleições presidenciais do final deste ano. O Tribunal Constitucional irá analisar a questão, diz a emissora britânica BBC.

Sandra Torres teve um papel importante na presidência do marido, supervisionando os programas de apoio à pobreza, e a sua influência sobre Colom estender-se-á a outras áreas. Se concorrer, será apoiada pelo partido de Colom, a Unidade Nacional da Esperança.

Mas mesmo que consiga candidatar-se, a brevemente ex-primeira-dama irá enfrentar uma forte competição do antigo general Molina, que defende uma linha dura contra o crime organizado, sublinha a agência AFP.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!