Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Muitos jovens ainda não se recensearam

A menos de uma semana do termino do censo militar em curso desde Janeiro, muitos jovens (maioria) com idade militar ainda não fizeram o recenseamento. Até Quarta-feira da semana passada, o Departamento de Recrutamento do Ministério da Defesa Nacional tinha registado 76.596 jovens, número correspondente a pouco mais de 40 por cento dos 175 mil planificados.

O recenseamento militar iniciou no passado dia 4 de Janeiro e deverá terminar no dia 28 de Fevereiro corrente. A previsão do MDN é de inscrever os jovens que nasceram em 1992 e todos os outros que não cumpriram essa lei nos anos anteriores. A lei estabelece que todos os moçambicanos devem se registar ao completarem 18 anos. O MDN poderá não atingir o número planificado para este ano, porque só faltam quatro dias para o término do processo numa altura em que ainda faltam cerca de cem mil jovens por inscrever. Entretanto, o chefe do Departamento de Recrutamento do MDN, Sumbe Fortuna, acredita no cumprimento da meta, não obstante faltarem escassos quatro dias.

“O objectivo principal é esse de atingir a meta” disse Fortuna, em declarações exclusivas a AIM, manifestando o optimismo de o processo vir a registar mais jovens nos próximos dias, tendo em conta o habito das pessoas em Moçambique em tratar tudo na última hora. O MDN entende que, em parte, a fraca adesão de jovens aos postos de recenseamento resulta do facto de algumas instituições já não exigirem o cartão de recenseamento militar a pessoas que tencionam tratar determinados documentos pessoais como é do passaporte.

Entretanto, estas projecções do MDN estão muito abaixo do número possível de jovens com idade militar existentes no país. O censo populacional de 1997 registou 526.019 pessoas com cinco anos de idade- pessoas que este ano completam ou deverão completar 18 anos de idade-. Há fortes probabilidades de a maioria dessas pessoas continuarem vivas porque a taxa de mortalidade em Moçambique é elevada até aos cinco anos de idade. Concluiu-se que o MDN estabeleceu uma meta apenas correspondente a um terço de pessoas que realmente completam 18 anos de idade este ano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!