Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Muitos jovens ainda não se recensearam

A menos de uma semana do termino do censo militar em curso desde Janeiro, muitos jovens (maioria) com idade militar ainda não fizeram o recenseamento. Até Quarta-feira da semana passada, o Departamento de Recrutamento do Ministério da Defesa Nacional tinha registado 76.596 jovens, número correspondente a pouco mais de 40 por cento dos 175 mil planificados.

O recenseamento militar iniciou no passado dia 4 de Janeiro e deverá terminar no dia 28 de Fevereiro corrente. A previsão do MDN é de inscrever os jovens que nasceram em 1992 e todos os outros que não cumpriram essa lei nos anos anteriores. A lei estabelece que todos os moçambicanos devem se registar ao completarem 18 anos. O MDN poderá não atingir o número planificado para este ano, porque só faltam quatro dias para o término do processo numa altura em que ainda faltam cerca de cem mil jovens por inscrever. Entretanto, o chefe do Departamento de Recrutamento do MDN, Sumbe Fortuna, acredita no cumprimento da meta, não obstante faltarem escassos quatro dias.

“O objectivo principal é esse de atingir a meta” disse Fortuna, em declarações exclusivas a AIM, manifestando o optimismo de o processo vir a registar mais jovens nos próximos dias, tendo em conta o habito das pessoas em Moçambique em tratar tudo na última hora. O MDN entende que, em parte, a fraca adesão de jovens aos postos de recenseamento resulta do facto de algumas instituições já não exigirem o cartão de recenseamento militar a pessoas que tencionam tratar determinados documentos pessoais como é do passaporte.

Entretanto, estas projecções do MDN estão muito abaixo do número possível de jovens com idade militar existentes no país. O censo populacional de 1997 registou 526.019 pessoas com cinco anos de idade- pessoas que este ano completam ou deverão completar 18 anos de idade-. Há fortes probabilidades de a maioria dessas pessoas continuarem vivas porque a taxa de mortalidade em Moçambique é elevada até aos cinco anos de idade. Concluiu-se que o MDN estabeleceu uma meta apenas correspondente a um terço de pessoas que realmente completam 18 anos de idade este ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!