Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mugabe, destituído como líder do partido governante no Zimbabwe; ainda hoje deverá anunciar a sua renúncia

O Comité Central do partido do presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, a União Nacional Africana de Zimbabwe-frente Patriótico (ZANU-PF), acordou neste domingo(19) destituir-lhe como o seu líder e o substitui-lo pelo ex-vice-presidente Emmerson Mnangagwa. Nas últimas horas, e após reunir-se novamente com as chefias militares que controlam o país vizinho de Moçambique, há indicações que Mugabe terá aceite deixar o poder e poderá tornar público esse acordo ainda neste domingo.

Numa reunião extraordinária convocada depois que as secções provinciais retiraram o seu apoio a Mugabe, o principal órgão executivo do partido elegeu como novo líder provisório a Mnangagwa, destituído na semana passada após as pressões da facção afim às ambições da primeira-dama, Grace Mugabe, de suceder ao seu marido no poder.

A ZANU-PF acaba assim com a liderança do seu co-fundador, que governou o país durante os últimos 37 anos.

Antes da reunião, realizada a porta fechada, o presidente do Comité, Obert Mpofu, referiu-se a Mugabe perante a imprensa local como “presidente em fim de mandato” e celebrou a intervenção das Forças Armadas, que abrem uma “nova era, não só para o partido mas para o país”.

A decisão do Comité Central do ZANU-PF facilita o caminho para que o Parlamento aprove uma moção de censura para expulsar da presidência ao veterano líder, de 93 anos, segundo o diário NewsDay.

Paralelamente, o jornal estatal “The Herald” informou que agora está acontecendo uma nova reunião entre Mugabe e os comandantes das forças armadas, que mantêm o controle do país desde a noite de terça-feira passada, para negociar a saída do poder do ainda Presidente.

Informações ainda não oficiais dão conta que Mugabe terá aceite deixar o cargo que exerce desde 1980 e ainda neste domingo deverá dirigir-se à nação para o anuncio oficial dessa decisão.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!