Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mourinho deixará Real Madrid no fim da temporada

Real Madrid e José Mourinho chegaram a um acordo para encerrar a passagem do técnico português pelo clube espanhol no fim da temporada, três anos antes do final do seu contrato, anunciou o presidente do Real, Florentino Pérez.

“Depois de negociações com nosso técnico José Mourinho, chegamos a um acordo para encerrar o relacionamento contratual no fim desta temporada”, afirmou Pérez em entrevista coletiva no estádio Santiago Bernabéu nesta segunda-feira. “O clube e o técnico concordam que este é o momento certo para encerrar este relacionamento.”

A saída de Mourinho, que tinha contrato até junho de 2016, aumenta a expectativa de sua possível transferência ao Chelsea. O Real ainda não tem acordo com nenhum treinador para substituir o português, mas Pérez confirmou que o clube consultou o Paris St Germain para perguntar sobre Carlo Ancelotti.

DOIS TÍTULOS

Mourinho, de 50 anos, foi contratado pelo Real após comandar a Inter de Milão ao título da Liga dos Campeões em 2010. Pérez esperava que Mourinho, a quem ele costumava se referir como “o melhor técnico do mundo”, ajudasse o clube a conquistar seu 10o título europeu e encerrasse o domínio do rival Barcelona. Para ajudar a realizar este sonho, ele gastou mais de 400 milhões de euros em contratações de jogadores, incluindo a transação recordista de 94 milhões de euros pelo atacante Cristiano Ronaldo.

No entanto, após três temporadas, os principais títulos conquistados por Mourinho foram um Campeonato Espanhol e uma Copa do Rei, um resultado frustrante para o clube mais rico do mundo. O técnico encerrou uma sequência de seis anos seguidos que o clube era eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões, mas três semifinais em três anos não foram suficientes para a equipe.

“Acreditamos que (sob comando de Mourinho) tivemos um salto qualitativo muito significativo em termos desportivos e competitivos e não tivemos onde deveríamos estar por seis anos. O retrospecto é positivo”, disse Pérez “Ano passado desfrutamos de um futebol espetacular, batendo todos os recordes. Este ano os resultados são muito bons para os mortais comuns, mas não é o suficiente para nós.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!