Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Morrumbala e Mutarara “desligados”

Já não se pode usar a estrada Morrumbala a Mutarara e nem vice-versa, atravessando o rio Chire. O caudal aumentou e cortou a via que da acesso a estes dois distritos, sendo Murrumbala na Zambézia e Mutarara em Tete.

Naquela travessia onde se usava batalão manual pertencente a ECMEP, a água galgou o seu leito normal e impede até agora que qualquer que seja atravesse o rio. Uma nota vinda da Administração Nacional de Estradas (ANE), indica que o cenário começou a ser registado na tarde da última terça-feira. A ANE avança que até agora a situação continua na mesma, e pior com as chuvas que tem vindo a cair nos últimos dias, então podem se adivinhar dias difíceis nos próximos tempos.

Mesmo assim, a ANE nesta parcela do país, aconselha aos utentes daquela via a usarem vias alternativas ao invés de desafiar a fúria das águas do rio Chire. Refira-se que o troço entre Morrumbala a Mutarara é de terraplanada e nesta época chuvosa a transitabilidade é feita com grandes dificuldades. Dai que urge a necessidade de mudar o cenário. Neste momento, ainda não houve relatos de pessoas que abandonam as suas casas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!