Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique vai voltar a exportar fibra de algodão

Moçambique vai voltar a exportar fibra de algodão depois de um interregno de vários anos indo o primeiro lote ser constituído por 1700 toneladas do produto processado pela empresa China Africa Cotton.

Segundo o jornal Notícias, a empresa, que tem uma unidade industrial a funcionar desde este ano na cidade da Beira, adquiriu já aos produtores mais de 5500 toneladas de algodão-caroço produzido na campanha 2010/2011, disse ao jornal o gestor Florindo Vicente da Cruz Coimbra, tendo acrescentado que este primeiro lote vai ser vendido a empresas chinesas.

A fábrica dispõe de uma capacidade para processar anualmente 45 mil toneladas de algodão-caroço e Cruz Coimbra disse que este primeiro lote a ser exportado marca o início da amortização do capital investido na fábrica e ocorrer num momento particularmente bom, em que a tonelada de algodão-fibra está a ser vendida a um preço que oscila entre dois mil e quatro mil dólares.

O gestor Cruz Coimbra disse ainda que, com a ajuda do governo na mobilização aos camponeses no sentido de aumentar as áreas no cultivo de algodão para alimentar a indústria, a exportação do produto pode atingir a prazo níveis bastantes elevados o que fará com que todos os intervenientes saiam a ganhar.

O Notícias salientou que o primeiro estímulo os investidores chineses donos da China Africa Cotton deram aos produtores familiares foi o de estabelecer, por iniciativa própria, o preço de 16 e 12 meticais por cada quilograma de algodão caroço de primeira e segunda, contra 15 e 11,50 meticais oficialmente fixados.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!