Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministro responsabiliza empreiteiros pelos problemas nas obras dos Jogos Africanos

No âmbito das visitas aos recintos desportivos que beneficiaram-se de obras de requalificação aquando dos Décimos Jogos Africanos, que tiveram lugar em Maputo em 2011, o ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana, escalou na manhã da última sexta-feira (15) o campo do Costa do Sol e o pavilhão do Académica de Maputo. O ministro chegou, viu e não gostou do estado dos dois recintos e responsabilizou os empreiteiros das obras pelas falhas, considerando que é urgente a correção.

Aquele dirigente que visitou quinta-feira (14) o pavilhão do Estrela Vermelha, depois de na última terça-feira (12) ter visitado os do Desportivo de Maputo e do Maxaquene, mostrou-se preocupado com o estado lastimável em que se encontram as bancadas do campo do Costa do sol e o piso da arena.

Sumbana Júnior apontou as rachas nas bancadas sobretudo nas juntas, como o aspecto mais preocupante e que necessita de uma rápida intervenção. Aliás, foram estes defeitos que levaram o desabamento de uma parte das bancadas no ano passado o que, de per si, coloca em risco a integridade e a vida do público que se faz àquele local.

Sumbana lançou duras críticas e pediu explicações ao empreiteiro que executou a obra exigindo, por outro lado, que este se prontificasse a corrigir os erros. Deu, também, dez dias para que seja apresentado um projecto de reparação das infraestruturas. Já na arena de voleibol e futebol de praia do Costa do sol, o ministro detectou também problemas com o piso, que fazem com que estas duas modalidades não sejam praticadas naquele local.

Confrontado com a situação, o empreiteiro reconheceu todos os problemas e, ainda, sobre a arena, revelou que colocou areia branca geralmente usada nas construções em detrimento da areia do mar.

O ministro não gostou de saber e ordenou que se removesse aquele material para a colocação da areia adequada. Já no pavilhão da Académica, Sumbana descobriu que quer piso quer o teto daquela infra-estrutura desportiva não estão em condições para prática das modalidades de salão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!