Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministerio do Trabalho suspende mais quatro ilegais em Moçambique

Pelo menos quatro cidadãos estrangeiros que trabalhavam ilegalmente em Moçambique viram as suas actividades suspensas pela Inspecção do Trabalho, no culminar de mais uma acção de fiscalização a diversas empresas que ocorreu durante a primeira quinzena do corrente mês de Junho.

Trata-se dos cidadãos sul-africanos Johny Keon e Alex Steenberg, ambos surpreendidos a trabalhar ilegalmente na empresa Joaco Cimentos, Lda, na Avenida da Namaacha, distrito de Boane, província meridional de Maputo, e Herman Carl Freyer, na empresa Mico-MIMMOS 1, bem como o paquistanês Muhammad Sohail, da empresa Mansoob Comercial, estes últimos dois na cidade de Maputo.

A Inspecção do Trabalho tem vindo a constatar, repetidas vezes, o fenómeno de contratação ilegal de cidadãos estrangeiros, por algumas empresas, recorrendo à falsificação de qualificações ou das áreas de trabalho declaradas no acto da autorização, o que contrasta com a Lei do Trabalho.

Para além da suspensão dos trabalhadores, as respectivas entidades empregadoras são autuadas nos termos desta lei.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!