Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mianmar diz que rebeldes mataram 47 soldados em confrontos perto da fronteira com China

Quarenta e sete soldados de Mianmar foram mortos esta semana em confrontos com insurgentes de uma minoria étnica perto da fronteira com a China, disseram as Forças Armadas em comunicado nesta sexta-feira.

Os confrontos e as mortes são um revés para os esforços do governo de estabelecer um cessar-fogo nacional e acabar com a insurgência que afeta Mianmar desde a conquista da independência, em 1948.

A violência no Estado de Shan, no nordeste, entre o Exército e um grupo chamado Exército da Aliança Democrática Nacional de Mianmar é motivo de preocupação para a China, que teme uma fuga em massa de cidadãos de Mianmar para o país e fez um apelo nesta semana por paz na fronteira.

Segundo as Forças Armadas, 73 soldados ficaram feridos em confrontos na segunda e terça-feira. Os militares não forneceram detalhes sobre os confrontos, mas o jornal de Mianmar Global New Light, apoiado pelo governo, disse na quinta-feira que os militares haviam realizado cinco ataques aéreos contra os rebeldes. Autoridades do grupo insurgentes não estavam disponíveis para comentar.

O governo semicivil e reformista de Mianmar que assumiu o poder após 49 anos de regime militar busca implementar um acordo nacional de cessar-fogo com todas as facções rebeldes. O governo chegou a um acordo de paz com a maioria dos grupos, mas ainda ocorrem confrontos ocasionalmente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!