Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Membros de banda e donos da boate no RS têm prisão decretada

Os dois proprietários da boate Kiss, que pegou fogo em Santa Maria, matando 231 pessoas, e dois integrantes da banda que fazia o show na madrugada de Domingo tiveram prisão temporária decretada para prestar esclarecimentos sobre a tragédia.

Três já foram detidos e o advogado do quarto – um dos empresários – procurou a polícia para dizer que ele vai apresentar-se ainda nesta Segunda-feira (28).

A Polícia Civil decidiu não divulgar os nomes porque considera que a prisão não é para responsabilizar os detidos, mas para auxiliar nas investigações.

Um dos presos está internado numa clínica na cidade de Cruz Alta, por causa da fumaça. O Ministério Público gaúcho confirmou à Reuters que os detidos seriam integrantes da banda e empresários do estabelecimento.

A prisão é por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco. O chefe da Polícia Civil do Estado, delegado Ranolfo Vieira Jr., disse que a prisão temporária é indispensável para a investigação criminal.

A tragédia, que ocorreu na madrugada de Domingo, deixou até o momento 231 mortos, segundo dados oficiais actualizados.

“A prisão temporária é indispensável à investigação, mas não está revestida de material comprobatório da responsabilidade dos detidos”, disse.

A maioria das vítimas, jovens universitários, morreu por asfixia devido à fumaça tóxica que tomou conta da boate quando o fogo consumiu o revestimento acústico que estava no tecto da casa.

O incêndio teria começado durante o show da banda Gurizada Fandangueira quando um dos integrantes acendeu um sinalizador.

Segundo o delegado Sandro Meinerz, já há depoimentos suficientes para comprovar que o fogo foi provocado por um artefacto pirotécnico. Faíscas do artefacto teriam atingido o tecto, iniciando o fogo, segundo as autoridades.

A banda é formada por seis integrantes, sendo que um deles morreu no incêndio. “Queremos que este seja um inquérito exemplar”, disse o governador do Estado, Tarso Genro (PT), a jornalistas. “Que traga, se for o caso, modificações legislativas”, acrescentou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!