Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mediação da SADC

A mediação da SADC começa em 2007, com os eventos que conduziram a detenção do presidente do MDC, Morgan Tsvangirai.

Em Março de 2007, a SADC nomeia o então Presidente sul-africano, Thabo Mbeki, numa Cimeira realizada em Dar-es- Salaam, Tanzania, com a missão de trazer as partes para a mesa de negociações.

Entre as condições ao facilitador, era a sua aceitação pelas três partes rivais, nomeadamente a ZANU-PF e as duas facções do MDC, uma liderada por Tsvangirai e a outra pelo Professor Arthur Mutambara.

Uma das tarefas de Mbeki era de apoiar o Zimbabwe para a realização de eleições livres e justas naquele país e credíveis para a comunidade internacional.

Este processo foi muito espinhoso, com uma duração de dois anos, e que chegou a ser marcado pelo abandono de Mugabe numa das cimeiras da SADC realizada em Lusaka (Zâmbia), quando o falecido Presidente Levy Mwanawasa detinha a presidência rotativa da SADC.

O processo negocial veio a culminar com a formação de um GUN, no qual a ZANU-PF do Presidente Robert Mugabe detém 15 ministérios, 13 para o MDC de Morgan Tsvangirai e 3 para o MDC de Arthur Mutambara.

A 11 de Fevereiro Tsvangirai foi investido ao cargo de Primeiro-Ministro e Mutambara a posição de primeiro vice- Primeiro-Ministro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!