Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Marido acusado de assassinar sua mulher em Gaza

Uma mulher de 34 anos de idade, que respondia pelo nome de Glória Pedro Bila, foi encontrada sem vida no seu quarto, na passada terça-feira (15), no posto administrativo de Chicumbane, província de Gaza. A vítima foi posteriormente estuprada e as autoridades policiais suspeitam que tenha sido o irmão, que momentos antes estivera com o cunhado e a malograda a embebedarem-se.

O marido de Glória, segundo sustentam alguns vizinhos, envolveu-se em pancadarias com a sua esposa.

“Eles começaram a lutar por volta de 00h00. Ele encostou a minha tia na porta, apertou-lhe o pescoço e bateu nela com um sapato que usávamos para calçar a porta, mas ela não reagiu porque estava bêbada”, contou a sobrinha da falecida.

O consorte da malograda admite ter estado com a vítima no noite anterior, depois da bebedeira, mas nega ser o autor do crime que deixou as pessoas mais próximas chocadas. O irmão de Glória foi surpreendido a fornicar o corpo da sua própria irmã, de acordo com a Polícia da República de Moçambique (PRM). Contudo, o visado nega o crime de que é acusado e alegou que não faz sentido o que se esta a dizer.

Uma equipa da PRM esteve no local do acontecimento, mandou examinar o cadáver e concluiu-se que a morte foi originada por asfixia e violação sexual. Aliás, o corpo da mulher foi encontrado sem roupas e com sinais de violação, segundo avançou um agente da Polícia à estação televisiva privada Miramar.

O marido da finada, ora preso com o seu cunhado, assume ter se dirigido até ao quarto onde a mulher dormia, sob o efeito de álcool, e tentou sem sucesso acordá-la. Depois disso optou por deixá-la repousar em obediência ao conselho dado pela jovem a que nos referimos anteriormente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!