Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Maradona pede a Messi que reconsidere decisão de abandonar selecção da Argentina

O ex-jogador argentino Diego Maradona pediu ao compatriota Lionel Messi que não abandone a selecção de seu país depois que o capitão da Argentina anunciou a sua aposentadoria do combinado nacional na esteira da derrota de domingo para o Chile, no penáltis, na final da Copa América Centenário.

Maradona, capitão da Argentina na conquista do seu segundo Campeonato do Mundo de futebol, em 1986, foi uma das muitas personalidades que manifestaram apoio a Messi, que aparentou grande abatimento após a derrota para os chilenos em Nova Jersey, nos Estados Unidos da América.

Messi, que está com 29 anos e acumula troféus com o Barcelona, esteve presente em quatro derrotas da selecção argentina em finais, três na Copa América e uma no Mundial de 2014 no Brasil.

“Messi deve continuar na selecção… porque ele ainda tem muito para dar, porque ele vai para ao (Campeonato do Mundo de 2018 na) Rússia com chance de ser campeão mundial”, disse Maradona ao jornal argentino La Nación, na segunda-feira. “Ele tem que se apoiar mais nos rapazes que podem ajudá-lo a levar a selecção para a frente e menos naqueles que dizem que ele deveria sair”, acrescentou Maradona, que disputou duas finais de Campeonatos do Mundo.

“Messi foi abandonado, e eu não quero abandoná-lo. É por isso que quero conversar com ele, lutar contra todos aqueles que o abandonaram”, afirmou Maradona, que treinou Messi e a Argentina no Mundial de 2010 na África do Sul.

Um Messi desanimado, que disse que trocaria seus cinco troféus de melhor jogador do mundo por um título com a Argentina, disse a repórteres depois da partida de domingo que irá deixar a selecção de seu país.

“No vestiário pensei que esse é o final para mim na selecção, não é para mim. É como eu me sinto agora, é uma grande tristeza, mais uma vez, e perdi um penálti que era muito importante”, afirmou. “Tentei muito ser campeão com a Argentina. Mas não aconteceu. Não consegui”, acrescentou após a derrota no torneio sediado nos EUA para marcar o centenário da competição sul-americana.

Houve muitas demonstrações de apoio a Messi quando a equipa voltou a Buenos Aires, e os adeptos exibiram faixas no aeroporto com os dizeres “Sem você não somos nada, não vá, Messi” e “Fique, Messi, você é o melhor”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!