Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Manica vai ter refinaria de ouro até finais do ano

A província de Manica, Centro de Moçambique, contará, até finais deste ano, com uma unidade industrial de refinação de ouro produzido localmente, num investimento privado de cerca de 17 milhões de dólares americanos. Esta unidade industrial da empresa sul-africana Tsoza Refinary terá uma capacidade inicial para processar 40 quilogramas de ouro em cada duas ou três horas, com possibilidades de aumentar futuramente quando estiver a funcionar em pleno.

Segundo o jornal “Diário de Moçambique”, ainda este ano esta empresa sul-africana pretende estabelecer postos de compra de ouro não processado, matériaprima com que vai funcionar a sua fábrica. Falando à jornalistas em Gondola, província de Manica, o vice-Ministro dos Recursos Minerais, Abdul Razak, disse que a existência de uma refinaria naquele ponto do país vai permitir que Mocambique passe a exportar ouro devidamente tratado e com ganhos acrescidos.

Christo Bezarmanis, um dos administradores da Tsoza Refinary, disse que, além de Manica, a empresa terá postos de compra de ouro em outras províncias do país potencialmente produtoras deste minério como Tete (também no Centro do país), Nampula e Niassa (no Norte).

Manica, província pioneira na exploração artesanal de ouro, acolheu, semana passada, a segunda parte dos trabalhos da nona conferência anual internacional da Comunidade de Mineração Artesanal e de Pequena Escala (MAPE).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!