Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mamparra of the week: Afonso Dhlakama

Mamparra of the week: Saqueadores do Estado moçambicano

O primeiro Mamparra do ano 2013, é Afonso Dhlakama, o líder da Renamo, que há dias ameaçou dividir o país pelo Rio Save. Não podia haver outra maneira mamparra de ele iniciar o ano?

As reivendicações do líder da Renamo e do seu partido têm toda a legitimidade para serem abordadas, pelos factos apresentados em questões como a “Partidarização do Estado” a “discriminação do ex-militares no exército” entre outras, mas já não encontram espaço nesta sua última verborreia.

Ele pretende dividir o país pelo Save, ficando as províncias de Maputo, Gaza e Inhambane com o Governo da Frelimo e as restantes sob sua governação!!!

Onde é que este senhor que silenciou as armas há 20 anos, para alegria de uma Nação no seu todo, encontra “paulada” para dizer tamanhas asneiras de quando em vez?

O que estará a consumir em Santudjira, em Vanduzi, na serra da Gorongosa para cometer tamanha mamparrice no iniciar de um novo ano?

Dividindo o país como ele afirmou há dias, não lhe passa pela cabeça o rico mosaico multicultural que une os moçambicanos de Norte a Sul? Ou Dhlakama pensa que no Sul do país só vivem os seus respectivos naturais?

É tempo de os seus correliogionários na Renamo uma e outra vez puxarem as orelhas do seu líder, sob pena de caírem totalmente no descrédito à custa das mamparrices do mesmo.

Neste ano, o país vai entrar em eleições autárquicas, e Dhlakama deve descer das montanhas la na serra de Gorongosa e ir para todas as autarquias apresentar os seus respectivos candidatos, os seus programas de governação, as ideias novas que trazem, sob pena de lá do cimo – (de onde as vezes desce para dar entrevistas à STV e ao seu amigo Simião Ponguana da TVM) – cair no chão da insignificância.

Este País é de todos os moçambicanos, incluindo o líder da Renamo, e não pode nem por “paulada” ser dividido por ninguém.

Se tirano existe, que o escraviza ainda, que nos informe, que faremos de tudo para derrotá-lo. Agora ir convivendo com esse tipo de verborreias que constituem uma barbaridade, umas mamparrices sem igual, chega.

Lugar de loucos e o seu fórum psíquico são tratados nas psquiatrias, e com a medicação bem perscrita e o devido acompanhamento, os resultados são fantásticos.

Basta desse e de outros tipos de mamparrices que só nos envergonham no concerto das nações.

Mamparra, mamparra e mamparra!!

Até para a semana !!!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!