Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais de 34 crianças foram mortas na Síria desde trégua, diz ONU

Mais de 34 crianças foram supostamente mortas na Síria desde que uma trégua precária entre as forças de segurança do presidente Bashar al-Assad e os grupos de oposição teve início em 12 de abril, disse uma enviada da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira.

“Eu suplico para que todos os envolvidos nos conflitos na Síria se abstenham de utilizar táticas indiscriminadas que resultem na morte e no ferimento de crianças”, disse a enviada especial para crianças e conflitos armados, Radhika Coomaraswami.

A ONU foi amplamente afastada da Síria durante o conflito e a maior parte dos jornalistas independentes foi barrada, fazendo com que seja difícil verificar independentemente os detalhes dos ataques e das mortes.

“Desde que foi assinada uma trégua em 12 de abril… e apesar do envio de monitores da ONU, mais de 34 crianças foram supostamente mortas”, disseram as Nações Unidas em nota.

O Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, disse que duas crianças estiveram entre as 10 pessoas mortas num ataque de morteiros na segunda-feira por forças sírias em um vilarejo na província de Idlib, no norte do país.

Coomaraswamy também disse em dias recentes que pelo menos uma criança foi morta durante protestos contra o governo e que o corpo de uma garota foi recuperado dos destroços de uma casa destruída na cidade de Hama.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!