Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais corpos são encontradas em “ataque terrorista” no Cazaquistão

Mais dois corpos de guardas de fronteira do Cazaquistão foram descobertos num posto fronteiriço incendiado perto da fronteira com a China, informou o serviço de guarda de fronteira nesta sexta-feira, elevando para 15 o número de mortos no incidente.

“O número total de mortos é de 14 militares e um civil — um encarregado de caça de uma reserva de caça local”, disse o serviço em um comunicado. “As forças de guardas de fronteira, órgãos de segurança nacional e a polícia continuam as suas ações de investigação e busca”, informou o serviço, acrescentando que os mortos seriam enviados para a capital Astana para autópsia por peritos forenses.

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, disse que o incidente se tratava de um “ato terrorista”, mas não elaborou sobre quem seria responsável ou qual seria a motivação.

O serviço de guarda de fronteira disse na quinta-feira que corpos carbonizados foram encontrados em um posto de fronteira incendiado no sudeste do país. Uma autoridade da guarda de fronteira informou que quinze guardas estavam designados para o posto. Ele não disse se os mortos supostamente morreram no incêndio ou antes. O destino de um oficial desaparecido ainda é desconhecido.

O Cazaquistão, que ganhou a independência da União Soviética em 1991, compartilha uma fronteira de 1.530 quilômetros com a China e as exportações para o país vizinho somaram mais de 16 bilhões de dólares no ano passado, mais de 18 por cento de suas receitas totais de exportação. Não existe um histórico de violência pós-soviética na fronteira.

Agências de notícias locais disseram que o posto de fronteira foi reforçado durante os meses de verão para proteger contra a coleta ilegal de espécies raras de plantas medicinais que crescem na região.

Na última segunda-feira, 28 de maio, foi o feriado anual da era soviética para os guardas de fronteira, um evento ainda comemorado em ex-países soviéticos. Os corpos foram descobertos em 30 de maio.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!