Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Lixo diverso “lixa” moradores de Namialo

Alfredo do Carmo Mussa, chefe do Posto Administrativo de Namialo, distrito de Meconta, parece não encontrar alternativas para estancar o problema de lixo que constitui a causa de eclosão de várias enfermidades naquela região do corredor de Nacala.

Mussa estima em 450 a 500 quilogramas de lixo doméstico que, diariamente, é produzido e, depois, espalhado pelas ruas daquela que é denominada vila industrial.

A preocupação surge pelo facto de o governo não dispor de equipamentos, por alegada falta de fundos para garantir o saneamento do meio, apesar do apoio de alguns agentes económicos locais.

A vila de Namialo possui, actualmente, cerca de 36 mil habitantes ,11. 750 mil dos quais residem na chamada “zona de cimento”, onde, diariamente, se acumulam montes de lixo de diversa espécie.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!