Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Benfica sofre primeira derrota frente ao Braga

O Benfica foi a Braga sofrer a primeira derrota no Campeonato Português de futebol. A equipa da Luz inaugurou o marcador, com um golo de Talisca, mas o Sporting de Braga deu a volta e venceu por 2-1. A equipa de Jorge Jesus continua na liderança, agora só com um ponto de vantagem sobre o FC Porto, dois sobre o V. Guimarães e três sobre o Sporting.

Um minuto e poucos segundos de jogo na cidade dos Arcebispos e os adeptos do Benfica já festejavam. Bela jogada de Eliseu pela esquerda, com o lateral a esperar o tempo suficiente para assistir Anderson Talisca e o brasileiro a mostrar muita qualidade para fazer o seu sétimo golo no campeonato. O Benfica parecia encaminhado para a sétima vitória em oito jogos, mas não seria bem assim.

O Braga mostrou uma alma e uma crença enormes e chegou ao empate em cima da meia hora, com o avançado Éder a concluir uma bela jogada de contra-ataque. Os minhotos voltaram a mostrar bom futebol no segundo tempo e coube a Salvador Agra dar a volta ao marcador, com um belo remate de pé direito, que não deu chances de defesa a Artur Moraes.

Em desvantagem, o Benfica partiu para o ataque, mas não encontrou maneira de ultrapassar o guarda-redes brasileiro do Braga Matheus.

FC Porto e Sporting tiveram tarefas bem mais simples e aproveitaram para reduzir as desvantagens. Os Dragões entraram em campo no sábado e a visita a Arouca foi tranquila, muito graças aos dois golos marcados no espaço de dois minutos na primeira parte, por Juan Quintero e Jackson Martínez. O avançado colombiano haveria de bisar no segundo tempo, no qual também marcou Casemiro. O camaronês Vincent Aboubakar fechou o 5 a 0 para os portistas.

De regresso a Alvalade, o Sporting esteve perto de golear, esteve perto de empatar e acabou por conseguir um triunfo seguro. Os Leões estiveram a vencer por 3 a 0 na primeira parte – autogolo de Bauer e finalizações de João Mário e Paulo Oliveira -, mas o início do segundo tempo mudou (quase) tudo.

Moussa Maazou deu esperança ao Marítimo com dois golos e o Sporting tremeu um pouco até que ressurgiu Fredy Montero. Depois de ter voltado aos golos para o campeonato em Penafiel, o avançado colombiano ganhou-lhe o gosto e selou o triunfo sportinguista com um fantástico remate à meia volta.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!