Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Benfica derrota Feirense e lidera isolado

O Benfica reassumiu neste domingo a liderança isolada do Campeonato português de futebol, agora com três pontos de vantagem sobre o FC Porto e o Sporting, ao vencer o Feirense na Luz por 4 a 0. Além de estar instalada no primeiro lugar, a equipa de Rui Vitória chega à segunda paragem do campeonato com o melhor ataque da prova, a defesa menos batida (a par do FC Porto) e como a única equipa sem derrotas. E tudo isto sem alguns dos seus principais jogadores, casos de Jardel, Jonas, Raúl Jiménez, Samaris de André Horta.

À partida para este jogo com o Feirense, havia algumas dúvidas sobre a forma como os encarnados iriam responder após a primeira derrota da época – na última quarta-feira em Nápoles -, isto quando tinha pela frente um adversário que tinha vencido dois dos três jogos que tinha feito fora de casa.

A equipa de José Mota tinha a lição muito bem estudada e desde bem cedo mostrou que tinha como principal missão aproveitar a eventual intranquilidade do tricampeão nacional.

Com Luisão de regresso ao onze quase dois meses depois, o Benfica mostrou sempre ser uma equipa paciente, uma das principais qualidades desta equipa de Rui Vitória. Mesmo apesar de no segundo minuto Cris ter estado à beira de colocar o Feirense em vantagem, os encarnados mantiveram a serenidade, procurando arranjar soluções para ultrapassar a barreira defensiva do adversário.

É verdade que o Benfica passou por dificuldades, sobretudo por culpa própria, pois faltava aos seus jogadores velocidade para galgar terreno. Carrillo era uma unidade a menos, pois além de trapalhão perdia bolas de forma incrível e, a juntar a isso, Pizzi estava desinspirado no capítulo do passe. Apesar de tudo, os encarnados foram criando lances de perigo, sobretudo por Salvio.

E foi o argentino a desbloquear o jogo com um lançamento lateral que levou Luís Aurélio a fazer autogolo e, no segundo tempo, a bloquear um alívio de Ícaro Silva, que enganou Peçanha.

Foram dois golos caídos do céu, é verdade, mas tiveram o condão de libertar as águias para uma meia hora final de bom nível, que levou a equipa à goleada.

O baixinho Franco Cervi, de cabeça, aumentou para 3-0, com o Feirense já sem capacidade de reagir, exceção feita a um remate de Karamanos defendido por Ederson. E no último lance do jogo, após um livre conquistado pelo estreante Zivkovic, Grimaldo fez o 4 a 0, resultado que confirmou o triunfo que permite à equipa de Rui Vitória igualar a melhor pontuação de sempre do Benfica à 7ª jornada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!