Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Benfica decide em 45 minutos e recupera conforto no topo

O Benfica venceu nesta quarta-feira o Rio Ave e vai iniciar 2017 com quatro pontos de vantagem sobre o FC Porto. As águias entraram muito fortes, resolveram cedo e conseguiram interromper uma série vitoriosa dos vilacondenses.

Na Luz, o Benfica resolveu o jogo logo na primeira parte, com dois golos sem resposta. Os encarnados entraram muito fortes, pressionando alto e num ritmo alucinante, e aos 13 minutos já venciam, com um golo de Mitroglou, regressado ao onze. Era o culminar de várias jogadas rápidas, de insistência e qualidade.

O golo, aliás, não terá espantado ninguém. Mais estranho foi, esse sim, o recuo das águias após o golo inaugural. Da pressão e da velocidade passaram para um ritmo baixo de controlo de bola, o que fez despertar o Rio Ave, adormecido até então.

A partir dos 20 minutos foram, aliás, os vilacondenses que tomaram conta do jogo, dominando sobretudo no meio-campo. Era uma equipa sem receio, com mais bola e que chegava a jogar ao primeiro toque.

E como diz o ditado, “quem não mata, morre”: a três minutos do intervalo, num rápido contra–ataque, com uma jogada brilhante entre Rafa e Pizzi, o Benfica chegou aos 2 a 0.

Para o segundo tempo, o Benfica voltou a dar mais bola aos vilacondenses, não tanta como nos últimos minutos da primeira parte, mas desta feita os comandados de Luís Castro revelaram-se mais lentos e sem grandes ideias.

O jogo só animou um pouco mais quando Jonas entrou em campo, aos 69″. O brasileiro quis mostrar-se, com toques de classe, arriscou o remate, mas a equipa não respondia, até porque com uma vantagem de 2 a 0 a cabeça dos jogadores já pareceu estar nas férias natalícias.

A única nota positiva que Rui Vitória retirará deste segundo tempo foi o vermelho que Pizzi recebeu. Ou melhor, dois amarelos, cumprindo castigo na Taça da Liga e podendo ser opção para o campeonato em Guimarães.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!