Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga dos Campeões: A Inter destrona o Barça

Liga dos Campeões: A Inter destrona o Barça

Com muita determinação e concentração, a Internazionale eliminou o Barcelona na semifinal da Liga dos Campeões da UEFA e pode voltar a conquistar o torneio que não leva desde a distante temporada de 1964/65. Graças a uma defesa totalmente fechada, especialmente no segundo tempo, quando jogava com um a menos no Camp Nou, a Inter perdeu por 1 a 0, mas a equipa de José Mourinho está na final onde vai defrontar o Bayern de Munique.

Foi uma partida de ataque contra defesa, com 21 dos 22 jogadores no relvado aglomerados num só lado do campo. O único que permanecia na defesa do Barça era o guarda redes Victor Valdés, atuando como um líbero – ou, em alguns momentos, como um médio volante.

Como seus jogadores presos dentro da área ou à frente dela, a Inter não deixou os donos da casa criarem muitas oportunidades. A melhor chance no primeiro tempo saiu dos pés de Lionel Messi, que, num lance individual, deu um lindo remate para uma grande defesa de Julio Cesar, na pontinha do dedo. Depois disso, o craque argentino acabou anulado em campo, sofrendo contra a defesa de Milão.

O médio Thiago Motta foi expulso de campo ainda na primeira etapa. Aos 27 minutos, o brasileiro, que já tinha cartão amarelo, forçou na proteção de bola, colocou a mão no rosto de Busquets e teve de ir para o balneário mais cedo. A partir daí, as pretensões ofensivas da Inter acabaram.

Mesmo com um jogador a mais, o clube de Barça não conseguia criar nada e não levava perigo. A Inter deu apenas um remate a baliza, que nem foi na direção de Valdés. Já o Barça tentava, sem sucesso, cruzamentos na área e remates de longa distância, que não acertavam a meta defendida pelo guarda redes da Seleção Brasileira.

Num lance inesperado, porém, saiu o único golo do jogo. O defesa Piqué, atuando feito atacante, recebeu de Xavi, e, ao dominar a bola, girou e tirou de Julio Cesar para marcar o único golo do Barça, que não foi o suficiente para garantir o apuramento do clube espanhol, que não terá a chance de defender seu título na decisão no Santiago Bernabéu, casa de seu arquirrival Real Madrid.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!