Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Eleições na França: Macron fica à frente de Le Pen na primeira volta com quase 2,5 pontos percentuais de vantagem

O socioliberal Emmanuel Macron conseguiu terminar no topo da primeira volta das presidenciais francesas com 23,86% dos votos e ficou com quase 2,5 pontos percentuais de vantagem a Marine Le Pen (21,43%), de extrema-direira, com a qual vai disputar o Eliseu no próximo 7 de Maio.

Estes são os resultados quase definitivos, com 97% dos votos apurados, apresentados hoje pelo Ministério francês do Interior, que confirmam a reviravolta da paisagem política francesa que as sondagens anunciavam há várias semanas.

Pela primeira vez na V República, as duas grandes forças políticas que governaram durante décadas, a centro-direita e os socialistas, ficaram fora da segunda volta numas eleições em que houve uma taxa de participação de 78,23%, abaixo dos 80% constatados em 2012.

Na terceira posição, com 19,94%, ficou o candidato conservador François Fillon, que após admitir a sua derrota, da qual culpou as notícias sobre os escândalos que o perseguiram nos três últimos meses (a suposta atribuição de empregos fictícios com dinheiro público à sua mulher e a dois dos seus filhos), pediu o voto para Macron de modo a evitar uma vitória da extrema-direita.

Fillon foi seguido pelo radical de esquerda Jean-Luc Mélenchon, com 19,62%, que optou por não declarar o seu apoio para a segunda volta, ficando à espera de que os militantes do seu movimento, a França Insubmissa, se prenunciem a este respeito.

Na quinta posição ficou o socialista Benoît Hamon, com 6,35%, um resultado historicamente baixo para um candidato do seu partido. Hamon pediu o apoio para Macron na segunda volta.

Tanto o partido de Fillon, Os Republicanos, como o Partido Socialista, reúnem esta manhã as suas direcções para adoptar uma posição em relação à nova fase das duas semanas de campanha presidencial que começam agora e, sobretudo, para apresentar a estratégia a abordar para as legislativas de Junho.

As primeiras sondagens realizadas ontem à noite após se saber quais seriam os dois pretendentes que lutarão pela presidência da República na segunda volta preveem uma vitória contundente de Macron com mais de 60% dos votos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!