Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ladrões assaltam posto da EDM e roubam 208 mil meticais em Chimoio

Indivíduos ainda a monte assaltaram, na madrugada desta segunda-feira (28), o posto comercial da empresa pública Electricidade de Moçambique (EDM) em Chimoio, Centro de Moçambique, donde se apoderaram de 208 mil meticais referente às receitas da instituição, parte considerável das quais proveniente da venda de recargas de energia eléctrica do serviço pré-pago Credelec.

Segundo o jornal Notícias, uma fonte da Polícia da República de Moçambique (PRM) informou que na sequência do incidente, pelo menos duas pessoas foram detidas para averiguações, dentre eles dois guardas de uma empresa privada de segurança que protegiam as instalações.

O chefe das Relações Públicas no Comando Provincial da PRM de Manica, Bartolomeu Amone, disse que os guardas foram detidos por apresentarem versões contraditórias sobre os factos. Eles teriam sido desarmados alegadamente por um grupo de 10 homens que participaram do assalto.

Nas palavras de Amone, os referidos elementos de segurança depois de terem sido desarmados pelos assaltantes, estes devolveram as espingardas antes de sumirem com o dinheiro.

Para o chefe de Relações Públicas no Comando Provincial da PRM de Manica, esta versão adensa a desconfiança da Polícia que acredita tratar-se de uma eventual conivência entre os homens de segurança e os supostos ladrões.

É convicção da corporação que não seria possível o facto ocorrer nos termos em que foi contado, tanto mais que os guardas estavam armados e os assaltantes não.

De acordo com ele, mesmos sendo dez pessoas, uma vez não armadas, poderia ser possível os dois guardas armados enfrentarem os assaltantes e, desta forma, evitar o roubo, o que não aconteceu, uma vez terem sido supostamente desarmados e amarrados pelos assaltantes.

Ainda em Chimoio, a polícia registou o assalto, ontem, a um comerciante a quem lhe foram despojadas elevadas somas em dinheiro, após ter sido baleado, tendo sido evacuado de emergência ao Hospital Provincial de Manica, com ferimentos de balas cravadas no peito.

Os atiradores que se faziam transportar de uma viatura, puseram-se em fuga com o dinheiro, mas a polícia diz estar no seu encalço visando a sua neutralização.

Esta é a segunda vez em menos de dois meses que mais um comerciante cai em assalto para lhe ser retirado dinheiro na cidade de Chimoio. A última vez tirou a vida ao proprietário do Exclusive, após ter sido baleado à queima-roupa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!