Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ladrão confesso escapa de linchamento na cidade da Beira

Um suposto jovem ladrão, de 19 anos de idade, Richeti Jone, que actuava com catanas, escapou por um triz de linchamento na Manga Mascarenha, na cidade da Beira, quando, cerca de uma hora de madrugada da Terça-feira, foi imobilizado por uma multidão, depois de arrombar a porta de uma residência e roubar bens.

O seu comparsa, que também agia com recurso a catanas, Nando José, de 23 anos, tido como chefe da quadrilha, consegui fugir, mas acabou caindo nas malhas da polícia, cerca das 11 horas da Terça-feira, na sua residência, na zona da Munhava.

Ambos os apontados como ladrões, ora detidos, vivem na Munhava, mas por temerem ser linchado na sua zona residencial, optaram por escalar o bairro da Manga Mascarenha, para “trabalharem de noite”.

Foi na Manga onde um dos elementos podia ter sido queimado vivo. Outro episódio, segundo o Diário de Moçambique, tem a ver com o facto de os dois terem saído, de noite, da Munhava para Manga Mascarenha por meio de uma bicicleta pertencente a um deles, Nando José, a qual desapareceu no meio da multidão que o tentava linchar.

Mateus Mazibe, oficial da imprensa no comando provincial da PRM, deu a conhecer que a neutralização do grupo é resultado da colaboração da polícia com a comunidade.

“São indivíduos que praticavam assaltos, mas desta vez foram neutralizados e isso foi graças à colaboração nossa com a população. Os ladrões são confessos e espero que a justiça seja feita”, – disse Mateus Mazibe.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!