Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Kohl, Gorbatchev e Bush reencontram-se para celebrar queda do Muro de Berlim

Três aposentados da Guerra Fria, Helmut Kohl, 79 anos, George Bush pai, 85 anos, e Mikhaïl Gorbatchev, 78 anos, recordaram este sábado, em Berlim, suas excelentes relações pessoais que garantiram o sucesso da abertura do Muro, há 20 anos, e a Reunificação alemã.

Diante de uma cortina prateada de um palco, o ex-chanceler alemão (1982-1998), o ex-presidente americano (1989-1993), o ex-número um soviético (1985-1991) partilharam suas lembranças do outono de 1989 – como um prelúdio às celebrações de 9 de novembro. “Mikhaïl Gorbatchev e George Bush foram os parceiros mais importants da Alemanha”, assegurou Kohl, obrigado a usar uma cadeira de rodas depois de uma fratura do quadril em fevereiro de 2008.

“Nunca houve uma relação no nível da que mantive com estes dois gentlemen” (em inglês). O “chanceler da reunificação” disse ter ficado preocupado de não poder participação desta comemoração; ele sofreu, também, este ano um acidente vascular cerebral que deixou paralisada a parte inferior do rosto, tornando difícil sua locução.

“Se por acaso estejam de mau humor, bastam telefonar para George Bush (…) posso assegurar que ele fará reverter a situação”, contou, provocando o riso dos 1.800 convidades de uma fundação ligada ao Partido Conservador CDU, entre eles a chanceler recentemente reeleita Angela Merkel; os ex-primeiros-ministros húngaro e polonês Miklos Nemeth e Tadeus Mazowiecki, assim como dezenas de embaixadores.

Bush esteve acompanhado da esposa Barbara e, Gorbatchev, da filha Irina Virganskaïa para este reencontro no Friedrichstadtpalast da ex-Berlim Oridental, apelidado, na época da RDA de “Les Folies bergères de Honecker”, em referência ao antigo dirigente comunista que apreciava as representações teatrais com muitas plumas, no mais puro estilo “parisiense” que aconteciam no local.

Saudando os “antigos colegas”, o presidente americano, que também se desloca com dificuldade depois de uma cirurgia na cabeça do fêmur, em 2007, respondeu aos cumprimentos de Kohl, “realmente um grande estadista do século 20, (…) uma rocha, sólido!” Coube a Mikhaïl Gorbatchev mencionar os dois grandes ausentes, na época da divisão da Alemanha: a ex-premier britânica Margaret Thatcher, 84 anos, vítima do Mal de Alzheimer, e o presidente francês François Mitterrand, falecido em 1996.

Para o aniversário propriamente dito da queda do Muro de Berlim, no dia 9 de novembro, está sendo organizada uma “Festa da Liberdade”. Angela Merkel receberá, principalmente, Gorbatchev e o ex-líder anticomunista polonês Lech Walesa, assim como o primeiro-ministro britânico Gordon Brown, os presidentes russo e francês, Dmitri Medvedev e Nicolas Sarkozy. O presidente Barack Obama será representado por sua secretária de Estado, Hillary Clinton.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!