Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jovem preso sob suspeita de estrangular enteado em Sofala

Uma criança de dois anos de idade, do sexo masculino, morreu por estrangulamento na semana passada, no distrito de Dondo, província de Sofala. As autoridades policiais detiveram o padrasto da vítima, supostamente por ser o autor da desgraça.

Anastácia Zeca, mãe do malogrado, garantiu que a morte ocorreu no dia 23 de Outubro. Nesse dia, ela saiu para vender pão e deixou a criança saudável com o seu marido.

No regresso, ela encontrou o filho desacordado e sem vida, a expelir saliva e sangue pela boca. Ao perguntar o que tinha se passado na sua ausência, o marido alegou que “não sabia de nada”.

A mulher disse ainda que quis perceber do companheiro como é que uma criança que deixou com vida e sã morreu de repente. O marido foi parco em palavras e limitou-se a afirmar que desconhecia s causa.

Anastácia contou igualmente que a sua relação com o marido, ora detido no Comando Distrital de Dondo, era conturbada porque ele não aceitava a permanência do miúdo na casa.

Daniel Macuácua, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Sofala, disse que uma equipa de perícia esteve no local do crime e concluiu que a criança sofreu agressão física antes do estrangulamento. Fernando Silva é o único suspeito.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!