Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jovem envenena filho de três dias de vida em Inhambane

Um recém-nascido, com três dias de vida, escapou da morte após ser envenenado pelo próprio pai, ora a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), por recusar a paternidade, no distrito de Morrumbene, na província de Inhambane. A vítima está fora de perigo.

O acusado, de 19 anos de idade, cujo nome não foi revelado pelas autoridades policiais, recorreu a ratex, um remédio para exterminar ratos, o qual introduziu nos alimentos da criança e deu-a para consumir. O pior não aconteceu porque pessoas próximas intervieram a tempo e solicitaram a corporação.

Familiares contaram que o jovem está a negar a paternidade e como forma de fugir da responsabilidade optou por matar o recém-nascido. Ele assumiu ter dado alimento envenenado à criança mas negou que a sua intenção fosse matá-la.

Segundo a PRM em Inhambane, o jovem, uma vez ter sido descoberto, de forma alguma irá consentir que pretendia cometer homicídio voluntário, mas há provas que o incriminam, pelo que está detido para responsabilização.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!