Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jogos de Inverno têm início com cerimónia grandiosa e forte aparato de segurança

Os Jogos Olímpicos de Inverno foram abertos nesta sexta-feira no litoral do Mar Negro com uma grandiosa cerimónia de abertura que o presidente Vladimir Putin espera possa afastar o medo de atentados de militantes extremistas e uma polémica sobre os direitos dos homossexuais que marcou a fase dos preparativos.

Putin jogou a sua reputação na realização de jogos seguros e de sucesso na estância de Sochi, onde o espetáculo colorido, e às vezes enlameado, reuniu 40.000 espectadores no reluzente Estádio Fisht, marcando o início pleno das competições.

“Declaro abertos os 22º Jogos Olímpicos de Inverno”, disse Putin, inaugurando um evento que ele supervisionou pessoalmente, na esperança de fazer sua imagem e a da Rússia brilharem no cenário mundial.

Numa falha técnica constrangedora logo no começo, um dos cinco anéis olímpicos suspensos bem acima do palco não se soltou, o que impediu que a estrutura gigante pudesse ser iluminada por fogos de artifício, como planeiado. Mas o show continuou, mesclando cúpulas infláveis no estilo de cartuns, danças espetaculares em meio a colunas imperiais imponentes e formas gigantes pairando sobre símbolos de revolução e revoltas ao longo da história russa.

Fogos de artifício tomaram os céus do parque olímpico que cerca a arena no final contagiante de um espetáculo apoiado fortemente na rica herança russa na música clássica, dança e literatura.

Enquanto a cerimónia se desenrolava, o pânico em um avião de passageiros que ia da Ucrânia para a Turquia foi uma evidência das preocupações de que os Jogos possam ser alvo de um atentado, embora não tenham ficado claras as circunstâncias do problema no voo.

A Turquia deslocou um caça F-16 para acompanhar o avião com 110 passageiros, que aterrou em Istambul depois que um passageiro fez uma ameaça de atirar uma bomba, exigindo que o aparelho fosse levado para Sochi, onde se realizavam os Jogos de Inverno. Acredita-se que o homem tenha ingerido bebida alcoolica. Ele foi acalmado pela tripulação e convencido a deixar o avião aterrar em Istambul, de acordo com a agência de notícias Dogan.

O incidente ocorreu depois de o órgão que administra a segurança no transporte nos Estados Unidos ter proibido bagagens com líquidos, aerossóis, pós e géis em voos entre o país e a Rússia.

Cerca de 37.000 agentes de segurança estão em alerta máximo em Sochi para a ameaça de ataques aos Jogos por parte de grupos militantes islâmicos baseados na região norte do Cáucaso.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!