Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Irregularidades constatadas em várias assembleias de voto no Burkina Faso

Falta de kits, insuficiência de boletins de voto, lentidão no registo de eleitores e atrasos são, entre outras, algumas dificuldades constatadas no desenrolar da votação deste domingo no Burkina Faso. No seu conjunto, a votação decorreu num ambiente de calma, sem nenhum incidente maior foi assinalado.

“Aqui (Karpaala, um bairro popular, no leste da cidade), eles abriram a assembleia de voto às seis horas mas as primeiras pessoas votaram às oito horas (…) Faltava tudo”, explicou Hervé Ouédraogo, observador duma organização da sociedade civil.

Segundo as explicações de Ouédraogo, enquanto os agentes da Comissão Eleitoral Independente (CENI) procuravam gerir esta situação, as populações começaram a manifestar a sua impaciência com protestos.

“Na realidade não estou contente com esta situação. Nós despertamos desde a madrugada para vir cumprir com o nosso dever cívico, mas, para a nossa grande surpresa, esperamos até às 10 horas”, insurge-se Léopold Compaoré , diante da assembleia de voto no Liceu Zemstaaba em Ouagadougou.

“É porque nós queremos a mudança que ficamos para votar, se não íamos regressar à casa”, acrescentou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!