Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inicia inquérito sobre homossexualidade

Moçambique realiza, pela primeira vez, a partir do próximo mês de Julho, nas capitais provinciais de Nampula, Sofala e Maputo, respectivamente nas regiões norte, centro e sul do país, um inquérito sobre homossexualidade.

O inquérito a ser realizado em quatro grupos considerados de alto risco, nomeadamente, mineiros, camionistas de longo curso e trabalhadores de sexo, visa conhecer o estado serológico dos promotores desta prática e contribuir, deste modo, para a redução dos respectivos níveis de prevalência do HIV.

Trata-se de um inquérito que, numa primeira fase, irá abranger mais de 500 homens nos referidos grupos considerados de alto risco, cujos resultados serão encaminhados e tratados de forma adequada por técnicos especializados na matéria, em unidades sanitárias específicas.

Para a sua concretização, a cidade de Nampula foi palco, esta segunda-feira, de um encontro de auscultação pública à volta da referida iniciativa, cujo suporte é assegurado pelo Projecto “Vidas”, organismo centrado no acompanhamento de praticantes do referido género de sexo.

Falando em representação do serviço de Saúde, ao nível da capital provincial de Nampula, Anabela, directora do Centro de Saúde 1º de Maio, disse que a iniciativa pretende, ainda, colher informações sobre doenças contagiosas em território nacional, com destaque para a sífilis e HIV/SIDA, nos chamados grupos de alto risco sexual.

Para a província de Nampula foram formados 25 técnicos que vão lidar com o grupo alvo, no Centro de Saúde 1º de Maio, arredores da cidade-capital.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!