Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Infraestruturas condicionam espansão bancaria

O Governador do Banco de Moçambique (BM), Ernesto Gove, reiterou que a expansão bancária, principalmente às zonas rurais, continua fortemente dependente de infra-estruturas que a sua disponibilização não depende integralmente das próprias instituições financeiras.

“A expansão do sector financeiro é dependente da disponibilidade de um conjunto de infra-estruturas e do fornecimento eficiente de energia eléctrica e de comunicações”, disse Gove, falando Sexta-feira, em Maputo, ultimo dia do XXXIV Conselho Consultivo deste Banco, o emissor, que vinha decorrendo desde a passada Quarta-feira.Com efeito, um dos temas debatidos neste encontro foi “ O Papel das Infra- Estruturas na Promoção do Desenvolvimento Económico e na Implantação do Sector e Serviços Financeiros”, tendo Gove defendido a necessidade de se continuar a estimular a expansão bancária a escala nacional, mas sem se descurar a observância dos critérios de gestão deste mesmo sector.

Moçambique regista, desde 2007, uma expansão considerável dos serviços financeiros, mas em grande medida nas principais urbes. O Governador do BM disse que dos 352 balcões que operam em Moçambique, 134 se encontram na cidade de Maputo, representando cerca de 38.4 porcento do total. Situação similar verifica-se nos meios de pagamento electrónico, como ATM’s e POS’s, com a capital do país a deter 50.26 e 71.24 porcento, respectivamente. Por seu turno, a empresa publica Electricidade de Moçambique (EDM), através de um dos seus administradores, Manuel Machiane, que também tomou parte no debate do tema em questão, realçou que no presente quinquénio todas as sedes dos 128 distritos do país serão electrificados.

Actualmente 86 sedes distritais e não só recebem energia da rede nacional de distribuição da corrente eléctrica produzida na Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), localizada na província de Tete, Centro noroeste do país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!