Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Indústria de açúcar investe USD 800 milhões de 1992 a 2011

Nos últimos 17 anos, a indústria açucareira moçambicana aplicou cerca de 800 milhões de dólares norte-americanos em investimentos destinados ao aumento dos níveis de produção das anteriores cerca de 13 mil toneladas, em 1992, para 400 mil toneladas métricas de açúcar até finais de 2011.

O investimento está a ser aplicado em acções de expansão da capacidade de produção e de campos agrícolas das quatro fábricas de açúcar moçambicanas de Xinavane e Maragra, na província meridional do Maputo, e de Mafambisse e Companhia do Sena, em Sofala.

Resultados

Nos períodos que vão de 2009 a 2011, o investimento aplicado deverá resultar no aumento global da área de cultivo em 2%, da produção da cana em 47%, de açúcar em 39% e do mercado doméstico em 1%, segundo o Ministério da Agricultura, ajuntando que também são esperados como resultados o incremento das exportações do açúcar em 76%, de receitas de exportação em 49% e de postos de trabalho em seis porcento.

As receitas de exportação passarão de 43 milhões de dólares norteamericanos, em 2009, para 91 milhões de dólares, em 2011, enquanto o número de assalariados será, até finais de 2011, de 36.183 trabalhadores, contra 31.174 de 2009, segundo a mesma fonte.

Incertezas

Entretanto, Moçambique e outros países menos desenvolvidos estão a ser afectados pela flutuação do preço do açúcar no mercado mundial, como reflexo de “altos e baixos a que o mercado está sujeito, dependendo do equilíbrio da oferta e procura” deste tradicional produto de exportação do país, segundo ainda o Ministério da Agricultura.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!