Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desconhecidos saqueiam sapataria de deficientes físicos em Quelimane

Indivíduos desconhecidos invadiram na semana passada uma sapataria pertencente a dois deficientes físicos na cidade de Quelimane, província da Zambézia, e apoderaram-se do material de trabalho estimado em cerca de 200 mil meticais e de quantidades não especificadas de calçado que ainda não tinham sido levantados pelos clientes.

Depois do sucedido, Jolito Paulino Raposo, responsável da sapataria, denominada Zamelque, diz estar a receber uma forte pressão por parte de alguns clientes que exigem a devolução do calçado roubado.

A Sapataria Zamaleque, localizada na avenida Eduardo Mondlane, na cidade de Quelimane, foi criada em 2007 resultante de uma iniciativa de dois deficientes físicos, nomeadamente Jorge Emílio, de 27 anos de idade, e Jolito Paulino Raposo, de 28 anos de idade, ambos casados, residentes naquela urbe.

O estabelecimento encontrava-se em franco desenvolvimento depois de os seus proprietários terem beneficiado no ano passado de um crédito do Fundo de Alívio à Pobreza, do município de Quelimane.

Hoje, os dois sapateiros dizem não saber como encontrar formas para reactivar a actividade, uma vez que os custos para a compra do material, que só está à venda na capital do país, é elevado.

Refira-se que o caso foi participado à 2ª Esquadra da Polícia da República de Moçambique, estando neste momento a serem feitas diligências com vista a esclarecê-lo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!