Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

IDE aumenta USD 2,6 biliões em 2012 para 5,2 biliões de dólares

O Investimento Directo Estrangeiro (IDE) aumentou em cerca de 2,6 biliões de dólares, para USD 5,2 biliões, em 2012, devido a novas descobertas e explorações dos hidrocarbonetos e carvão mineral no país.

O IDE em 2011 tinha atingido o valor global de 2,6 biliões de dólares, segundo o balanço do Governo relativo ao seu desempenho de 2012, realçando que as operações de exploração no Norte de Moçambique de enormes reservas de gás natural “muito” contribuíram para este incremento.

Por seu turno, importações relacionadas de bens e serviços usados na exploração destes recursos naturais empurraram o défice da conta corrente de 24% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2011, para 36% do PIB, em 2012.

Entretanto, no período em análise, os desembolsos dos doadores externos caíram em relação ao PIB de 10%, em 2011, para sete pontos percentuais, em 2012, enquanto os tradicionais produtos de exportação, principalmente produtos agrícolas, continuaram a registar forte desempenho de quase 16% em relação a 2011, destaca ainda o Governo.

Fraco desempenho de 2013

No desenvolvimento da economia, dados do Executivo indicam que, em 2012, a actividade produtiva cresceu em 7,4%, desempenho explicado pela expansão e rápido aumento da produção de carvão, bem como de serviços financeiros, transportes e comunicações e agricultura.

Observa, entretanto, o Governo que, apesar de não haver ainda estimativas preliminares da actividade económica registada nos primeiros meses de 2013, o desempenho deverá ser menor do que o registado no primeiro trimestre de 2012, devido ao impacto negativo das cheias ocorridas no início de 2013 que afectaram a agricultura, energia eléctrica, mineração e sectores de transportes e comunicações.

Inflação

Por seu turno, a taxa de inflação anual desacelerou de 5,5% no final de 2011, para 2,2% em finais de 2012, tendência que se inverteu no início de 2013, dado que em Abril último a taxa subiu para 5,1%.

Lembra o Governo que em 2012 a desaceleração da inflação foi resultado da boa colheita e aumento de atendimento em abastecimento de alimentos, bem como da relativa estabilidade do Metical em relação às moedas externas de maior circulação em Moçambique e evolução favorável dos preços internacionais administrados.

Até finais de 2013, entretanto, a inflação deverá aumentar por causa do aumento dos preços dos alimentos a resultar das inundações e mensalidades escolares de Janeiro a Abril de 2013.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!