Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

HRW denuncia crimes de soldados congoleses

A organização não governamental Human Right Watch (HRW) acusou os soldados das Forças Armadas da República Democrática do Congo de terem matado deliberadamente mais de 500 civis desde Março no Leste do país, durante uma ofensiva contra rebeldes ruandeses, e pediu à ONU que suspenda o apoio a este Exército.

Em um comunicado, a HRW acusa as Forças Armadas da RDC (FARDC) de terem matado deliberadamente pelo menos 505 civis desde o início da ofensiva em Março contra os rebeldes Hutus das Forças Democráticas de Libertação de Ruanda (FDLR).

A Missão das Nações Unidas na RDC (MONUC) apoia, sobretudo com logística, as FARDC na perseguição às FDLR. A Human Rights Watch pede à MONUC a suspensão imediata do apoio à operação militar, por correr o risco de se ver envolvida em “novas atrocidades”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!