Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Hospital de Gúruè sem material de higiene

O sector de saúde, na Zambézia, está em profundas crises, com destaque à financeira. Reporta-se, ultimamente, muitos casos relacionados com graves problemas, no sector em causa.

Segundo o jornal Diário da Zambézia, por vezes, o sector não tem combustível para ambulâncias, por outras não há comida, enfim, falta muita coisa num dito como vital para a vida dos cidadãos.

O mais grave do problema veio do distrito nortenho de Gúruè, onde o respectivo hospital distrital não tem material de higiene. Imagine-se a falta de material de higiene num hospital.

Segundo o Diário da Zambézia, essa crise decorre porque aquela unidade sanitária deve mais de dois milhões de meticais aos fornecedores locais. Esta dívida vem sendo acumulada até chegar a estes números. Cansados de promessas do tipo “vamos pagar na próxima semana, no próximo mês, etc”, os fornecedores locais, quebraram o medo, deixaram o lado humano de lado e interditaram aos gestores do hospital distrital de Gúruè em levantarem material, sobretudo higiénico, nas suas casas comerciais.

Governador pede solução rápida

Conforme noticiou a RM, o governador da Zambézia, Francisco Itai Meque, esteve naquele hospital e, depois de ouvir esta situação, ordenou que a mesma fosse resolvida. Porque na óptica daquele governante, um hospital não pode ficar sem material higiénico. Isso pode ser um foco de doença.

Refira-se que a mesma estacão emissora informou que o caso é já do conhecimento da Direcção Provincial de Saúde na Zambézia. Redacção

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!