Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Homem-bomba do Estado Islâmico vestido de mulher mata 10 em mesquita do Iémen

Pelo menos 10 fiéis muçulmanos que realizavam as orações do festival Eid al-Adha foram mortos, nesta quinta-feira, quando um homem-bomba do Estado Islâmico vestido de mulher explodiu-se numa mesquita do Iémen controlada pela etnia houthi, disseram fontes de segurança.

A filial do Estado Islâmico no Iémen afirmou que o atentado na mesquita de Al-Balili, nos arredores da Cidade Antiga de Sanaa, matou ou feriu dezenas de “renegadores” – o grupo militante sunita usa o termo para descrever muçulmanos xiitas que vê como hereges.

“Numa operação de segurança facilitada por Deus como parte dos atos de vingança para muçulmanos dos renegadores houthis, o irmão Abu Omar al-Hadidi se misturou a uma multidão de apóstatas houthis no templo de Al-Balili e detonou o seu cinturão suicida, fazendo com que dezenas perecessem ou se ferissem…”, afirma o comunicado.

Médicos disseram que pelo menos 36 outras pessoas ficaram machucadas. Um site dos houthis deu um saldo de mortes de pelo menos 10 pessoas, e a mídia árabe declarou terem sido no mínimo 25 mortes.

Os houthis, aliados do Irão, tomaram a capital Sanaa um ano atrás e forçaram o presidente iemenita, Abd-Rabbu Mansour Hadi, a se exilar na Arábia Saudita.

Desde Março, os sauditas lideraram uma coligação árabe para devolver Hadi ao cargo e repelir os houthis para seu bastião no norte. Mais de 4.500 pessoas já morreram no conflito, que o Estado Islâmico vem explorando para expandir as suas operações na região.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!