Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Hoje serão conhecidos os melhores jornalistas africanos do ano

Hoje serão conhecidos os melhores jornalistas africanos do ano

Todos os anos os melhores jornalistas africanos aguardam ansiosamente pelo reconhecimento do seu trabalho que é atribuído pelo prestigiado Prémio CNN MultiChoice Jornalista Africano. Esta noite em Johannesburg, na África do Sul, vão ser conhecidos os vencedores da edição de 2011 numa cerimónia de Gala que começa às 19 horas. Moçambique é representado pela jornalista, e também apresentadora, Selma Marivate da Rede televisão Miramar.

Na sua 16ª edição a competição recebeu candidaturas de 42 países das quais foram selecionados os seguintes 27 finalistas:

  • Selma Marivate, TV Miramar, Moçambique
  • Kofi Akpabli, Freelancer para o Daily Graphic, Gana
  • Claudine Efoa Atohoun, ORTB, Benin
  • Rabin Bhujun, L’Express Dimanche, Ilhas Maurícias
  • José Bouças de Oliveira, Televisão Santomense, São Tomé e Príncipe
  • Sylvia Chebet, Citizen TV, Quênia
  • DispatchOnline Team, Daily Dispatch, África do Sul
  • Kimani Githae, Citizen TV, Quênia
  • Lamia Hassan, Business Today, Egipto
  • Virgil Augustin Pascal Houesson, L’événement Précis, Benin
  • Mahamud Abdi Jama, Waaheen, Somália
  • Norman Katende, Freelancer para The New Vision, Uganda
  • Farouk Kayondo, UBC, Uganda
  • Mark Klusener, eNews Africa, África do Sul
  • Melini Moses, SABC, África do Sul
  • Lindile Mpanza, e.tv, África do Sul
  • Kamau Mutunga, DN2 Magazine, Daily Nation, Quênia
  • Nigel M. Nassar, The New Vision, Uganda
  • Fatuma Noor, The Star, Quênia
  • Oluwatoyosi Ogunseye, Sunday Punch, Nigeria
  • Nnamdi Okosieme, Next Newspaper, Nigéria
  • Benon Herbert Oluka, Daily Monitor, Uganda
  • Beryl Ooro, K24 TV, Quênia
  • Sonny Serite, Freelancer para o The Sunday Standard, Botswana
  • Portia Solomon, TV3 News, Gana
  • Kipchumba Some, The Standard, Quênia
  • Nkula Zau, Televisão Pública de Angola

Selma Marivate concorre a este Prémio CNN Multichoice com uma reportagem televisiva sobre o movimento Rastafari em Moçambique produzida, e difundida, em meados de 2010 no programa Contacto Directo da TV Miramar.

O painel de juízes independentes deste Prémio é presidido por Joel Kibazo, jornalista e consultor de média, e vai eleger os vencedores na categorias: Artes e Cultura: Prêmio de Jornalismo Digital; Economia e Negócios: Ambiente: Free Press Africa; Informação HIV/AIDS; MSD Saúde e Medicina: Mohamed Amin Photographic; Notícias Gerais Impressas; Notícias Gerais Rádio; Desporto; Peças de Televisão; Boletins Noticiosos Televisão; Turismo; Prêmios de Notícias Gerais Francófonas (Suportes Impressos e Eletrônicos); Notícias Gerais de Expressão Portuguesa.

Completam o painel de jurados independentes o moçambicano Arlindo Lopes, Ex-Secretário-geral, Southern African Broadcasting Association; Ikechukwu Amaechi, Editor, Daily Independent, Nigéria; Jean-Paul Gérouard, Chefe de Redacção Adjunto, France 3 TV; Ferial Haffajee, Chefe de Redacção, City Press, África do Sul; Zipporah Musau, Editor Geral, Revistas, The Standard Group Ltd, Quênia; Kim Norgaard, Chefe de Redacção da CNN, África do Sul e o apresentador desportivo da CNN, Pedro Pinto.

Como dizem os vencedores de edições anteriores este Prémio abre muitas portas, proporciona fama mundial mas também traz mais responsabilidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!