Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guebuza indigna-se em Manica

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, mostrou-se indignado pela persistência da prática dos camponeses de diversas regiões da província central de Manica de “enterrar dinheiro em latas” ou escondê-lo “em colchões”, tendo-os apelado a aderirem à poupança formal para dinamizar a economia do país.

Guebuza disse que, apesar da fragilidade da expansão e do díficil acesso aos serviços bancários, sobretudo nas zonas rurais, a população deve massificar actos de poupança para minimizar a crise financeira e tornar o país sustentável.

O serviço bancário em Moçambique cobre apenas 52 distritos (dos 128 existentes), o que faz com que a população adira a poupanças informais e enterre dinheiro em latas de óleo. Assaltos e incêndios em casas levam muitas vezes a população a perder as suas poupanças.

A campanha lançada por Armando Guebuza, que vai durar até 2015, pretende garantir a captação e segurança das poupanças, que servirão de meios financeiros necessários para a aplicação no desenvolvimento económico e social do país.

Entretanto, a ministra da Administração Estatal, Carmelita Namashulua, desafiou a banca a promover uma maior expansão, admitindo que o Governo vai oferecer oportunidades de negócio ao sector bancário visando implementar mecanismos mais seguros de poupança nas zonas rurais, urbanas e suburbanas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!