Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guebuza condena violência em campanha eleitoral

Armando Emílio Guebuza, candidato do partido Frelimo para as presidenciais nas eleições de 28 de Outubro, condenou segunda-feira, aquilo que apelidou de “actos de violência” neste processo de campanha. 

Para Guebuza, o processo eleitoral deve decorrer num ambiente de festa, por forma a que os moçambicanos possam, livremente, decidir sobre o futuro do País. O candidato da Frelimo discursava na vila de Namapa, sede do distrito de Eráti, província de Nampula, no quadro do seu programa de campanha eleitoral naquele que é considerado de maior círculo eleitoral do país.

Perante uma enorme audiência que acorreu ao comicio, Guebuza pediu o voto para si e para o seu partido para, segundo suas palavras, continuar com o programa de luta contra a pobreza. Guebuza sustenta que a expansão das redes de energia, educacional, sanitária, telefonia movel só é possível sob sua liderança e do partido Frelimo. Sublinhou, igualmente, que um dos pontos constantes no manifesto eleitoral relaciona-se com a formação dos jovens e o seu envolvimento nos orgãos de tomada de decisão, e a oferta de melhores oportunidades de emprego aos cidadãos moçambicanos.

Ainda na segunda-feira, Guebuza orientou um outro comício na sede do distrito de Malema, devendo terçafeira escalar os distritos de Murrupula e Moma. E na quarta-feira trabalha em Mogovolas, seguindo depois para Memba e Nacala- Porto. Para além de comícios, o candidato para sua própia sucessão à chefia de Estado tem privilegiado encontros com as personalidades influentes, incluindo simulações do processo de votação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!