Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Grandes escuderias anunciam criação de campeonato paralelo à F1

As grandes escuderias da Fórmula 1, reunidas na Fota, anunciaram na quinta-feira à noite que rejeitam as condições da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para 2010 e que planejam criar um campeonato paralelo.

A FIA respondeu nesta sexta-feira que o projeto das escuderias da Associação de Times de Fórmula 1 (Fota) de criar um novo campeonato decepciona, mas não surpreende. “As equipas não podem prosseguir com seu compromisso e não aceitamos as condições estabelecidas para o Campeonato Mundial de 2010”, destaca um comunicado da Fota.

“As equipes não têm outra alternativa que começar a preparar um novo campeonato, que reflita os valores de seus participantes e de seus parceiros”, completa o texto da Fota, reunida em Silverstone. “Esta nova categoria terá um sistema de administração transparente, apenas um tipo de regras, encorajará os iniciantes e trará vantagens para os fãs, como ingressos mais baratos, em todo o mundo”. “Os principais pilotos, estrelas, marcas, patrocinadores, promotores e companhias historicamente associadas ao mais alto nível do automobilismo farão igualmente parte desta nova categoria”.

A FIA e a associação de escuderias mantêm uma divergência sobre o regulamento de 2010, que estabelece um teto orçamentário de 45 milhões de euros para as equipes que aceitarem a medida e que, em troca, desfrutarão de claras vantagens técnicas, o que é temido pelas grandes equipes.

Na quinta-feira, a FIA propôs um acordo final, para evitar a divisão da Fórmula 1, dobrando o teto orçamentário proposto anteriormente para 2010, mas mantendo o limite de 45 milhões de euros no ano seguinte.

A Fota é integrada por McLaren-Mercedes, BMW Sauber, Renault, Toyota, Brawn GP, Ferrari, Red Bull e Toro Rosso, que já confirmaram sua participação na nova categoria. Outras cinco escuderias foram inscritas para a temporada 2010 da F1: Williams e Force India, que aceitaram as condições da FIA, e as novatas Campos, USF1 e Manor.

A FIA reagiu nesta sexta-feira com um comunicado: “Estamos decepcionados mas não surpresos com a incapacidade da Fota de encontrar um compromisso em favor do melhor interesse do desporto”. “É evidente que alguns elementos da Fota procuraram chegar a esta situação ao longo de um prolongado período de negociação e não se comprometeram de verdade nas discussões”, acusa o comunicado divulgado pela organização presidida por Max Mosley.

Diante do projeto de um novo Mundial anunciado pelas escuderias Ferrari, McLaren-Mercedes, Renault, BMW Sauber, Toyota, Brawn GP, Red Bull Racing e Toro Rosso na noite de quinta-feira, a FIA afirma que não pode permitir uma “corrida financeira no campeonato”. O comunicado da FIA destaca ainda que esta não pode permitir que a Fota dite as regras da Fórmula 1. “Em consequência, o limite para a inscrição incondicional ao Mundial permanece fixada para esta sexta-feira à noite”, afirma o comunicado.

A FIA anunciará no sábado a lista definitiva de escuderias que partiparão no Mundial de 2010.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!