Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo e rebeldes congoleses em negociação de paz

O Presidente congolês, Joseph Kabila, e o seu homólogo ugandês, Yoweri Museveni, concertaram-se em Kampala a respeito do processo de paz inacabado entre o Governo da RD Congo e os rebeldes do M23 e decidiram, terça-feira (3), a retomada das negociações.

Esta reunião decorre numa altura em que fontes seguras provenientes da região do conflito relatam que a cidade congolesa de Goma, gémea com a ruandesa de Gisenyi, será doravante objecto de supervisão por aviões sem pilotos não armados da Missão das Nações Unidas para a Estabilização da República Democrática do Congo (MONUSCO).

As fontes precisam que estes aparelhos serão destinados a localizar os movimentos de grupos armados na fronteira entre o Ruanda, a República Democrática do Congo e o Uganda.

O desdobramento dos aviões sem piloto no céu congolês acontece alguns dias depois de o Exército congolês impor uma derrota militar à rebelião do Movimento de 23 de Março (M23) que, há alguns anos, assegurava o controlo de várias aldeias de Kivu-Norte.

A MONUSCO anunciou recentemente que a próxima batalha será neutralizar outras forças rebeldes ainda activas nesta região, designamente o movimento rebelde hutu ruandês das Forças Democráticas para a Libertação do Ruanda (FDLR).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!