Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo coloca transportadora Nhacale fora de circulação por envolvimento em acidentes

A empresa de transporte de passageiro Nhancale, cujo autocarro despistou-se, embateu em árvores algures na berma da Estrada Nacional número 1 e em seguida incendiou-se, matando 12 pessoas e causando ferimentos graves e ligeiros em outras 42, a 03 de Setembro passado, na província de Inhambane, está impedida de operar, durante três meses, por ordens do Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC).

A transportadora Nhacale tem, a par de outras companhia do mesmo ramo, se envolvido em acidentes e viação fatais. No passado foi suspensa pelo Governo devido à constante sinistralidade rodoviária protagonizada pelos seus motoristas.

Nesta última paralisação, o MTC, por intermédio do Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INTTER), deixa claro que a medida tem a ver com a acumulação de acidentes.

Aliás, a gota de água foi o sinistro ocorrido na região de Devessa, a 12 quilómetros a sul da vila de Quissico, no distrito de Zavala, em Setembro último.

As vítimas eram provenientes da cidade de Maputo e tinha como destino a vila de Nova de Mambone, em Govuro. A viatura despistou-se na sequência do rebentamento de um dos pneus frontais.

O autocarro sinistrado, de marca You-Tong, com chapa de inscrição ADD763 MC, ficou reduzido a cinzas devido à violência das chamas, que dificultaram o salvamento dos passageiros. Os que conseguiram sair do veículo em chamas o fizeram através das janelas.

Por conseguinte, a 22 do mesmo mês, o MTC tomou a medida que coloca “Nhacale” fora da estrada por um período de 90 dias, devendo voltar a operar quando os seus meios circulantes estiverem em condições para o efeito.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!