Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gasolina mais cara 12%, gasóleo 13% e petróleo aumenta 26% em Moçambique

Gasolina mais cara 12%

Cinco meses após o último aumento os preços de combustíveis e outros produtos petrolíferos voltam a subir a partir desta quarta-feira(22) em Moçambique. A gasolina vai aumentar cerca de 12%, o gasóleo 13% e o petróleo de iluminação aproximadamente 26%.

De acordo com um comunicado do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, “a gasolina passa dos actuais 50.02 meticais para 56.06 meticais o litro, o gasóleo de 45.83 meticais para 51.89 meticais o litro”.

“Por sua vez, o petróleo de iluminação sobe de 33.06 meticais o litro para 41.61 meticais, enquanto o gás doméstico (GPL) passa de 58.54 meticais/kg para 61.08/kg. Por seu turno, o gás comprimido (GNV) passa de 25.47 para 25.59 meticais”, acrescenta o documento que estamos a citar.

Recorde-se que em Outubro passado o Governo de Filipe Nyusi já havia agravado o custo dos combustíveis em cerca de 5% na gasolina, 25% no gasóleo e 15% no preço petróleo de iluminação.

A justificação para este aumento, de acordo com Executivo está relacionado com os subsídios às gasolineiras que “não se ajusta a realidade actual pelos encargos que este subsídio representa para a estrutura de custos do Estado”.

Todavia, e tal como o aumento passado, estes agravamentos acontecem numa altura em que o custo do barril de petróleo de referência está baixo, na sexta-feira passada esteve cotado a 49,81 dólares norte-americanos, o valor mais baixo este ano.

Entretanto o Ministério dos Recursos Minerais e Energia enfatiza que “existe necessidade de o Governo começar a aplicar na integra a legislação sobre a matéria, nomeadamente o artigo 67 do Decreto 45/2012, de 28 de Dezembro que estabelece a necessidade da revisão dos preços de venda ao público numa base mensal, sempre que se verifique uma variação do preço-base superior a três por cento, ou caso haja alteração dos impostos”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!