Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gabinete de Combate à Corrupção instaura 53 processos-crime contra funcionários públicos

A delapidação do erário público por aqueles que têm a tarefa de garantir a sua correcta gestão continua em alta na Função Pública moçambicana. O Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC) instaurou, em Dezembro passado, 53 processos-crime.

Destes, 20 encaminhados ao tribunal e culminaram com a condenação de 10 pessoas a penas que variam de 3 e 4 anos, segundo dados apresentados à Imprensa esta segunda-feira (07) em Maputo. Segundo o director do GCCC, Bernardo Buce, os condenados fazem parte de um total de sete processos. Outras 14 encontram-se detidas.

Os aludidos processos envolvem docentes, contabilistas, chefes de departamentos provinciais e distritais, de administração e finanças, agente das alfândegas, agentes da Polícia, oficial da justiça, dentre outros.

Bernardo Duce realçou que dos 53 processos-crime, 18 foram detectados em flagrante delito, dos quais oito na fronteira de Ressano Garcia. No período em referência, o Governo perdeu 556.700.600 meticais por causa de actos de corrupção. Deste valor, somente 39.600 meticais, disse Duce.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!