Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Funcionários do Tribunal Provincial de Sofala condenados por desvio de fundos

Dois escrivães e um ajudante de escrivão do Tribunal Judicial Provincial de Sofala (TJPS) foram condenados a penas de dois e 10 anos de prisão maior, pelo facto desta instância judiciária ter provado o seu envolvimento no desvio de fundos do Estado.

De acordo com a sentença lida pelo juiz da causa, João Enoque Mabjaia, o escrivão Fernando Alicete e o ajudante de escrivão Hassane Assane foram condenados a 10 anos de prisão maior, enquanto que o escrivão Orlando Budo vai cumprir uma pena de dois anos e igual número de meses Segundo escreve o jornal “Diário de Moçambique”, a sentença surge depois de Tribunal Provincial de Sofala ter provado o envolvimento destes funcionário que estavam afectos na 4/a Secção daquela instituição de justiça no desvio de fundos no valor de 798.192 meticais (cerca de 27 mil dólares ao câmbio actual).

Para a consumação deste acto ilícito, os condenados emitiram cheques e levantaram o dinheiro sem o conhecimento dos seus superiores hierárquicos. Os cheques começaram a ser emitidos a partir de 2006 e o saque só viria a ser descoberto a 28 de Junho último.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!